Como importar roupas para revender?

Importar roupas para revender é uma forma de oferecer roupas de marcas de qualidade para compradores a preços menos exorbitantes do que aqueles que geralmente são praticados no país – e ainda obter uma boa margem de lucro.

Por isso, negócios baseados em importar roupas para revender continuam a surgir. Além de ser um bom negócio para o vendedor, é uma grande vantagem para o comprador, que economiza um bom dinheiro na compra do produto.

Saiba tudo sobre como importar roupas para revender e abrir seu próprio negócio:

Onde está o lucro?

A matemática da importação é simples. Tome como exemplo uma camisa social de alguma marca famosa, custando quase (ou mais do que) duzentos reais no Brasil. Ela possui este valor principalmente em função da alta incidência de impostos.

Fora do Brasil, nos países que fabricam o produto (podem ser na Ásia, nos EUA ou em países da América do Sul, como o Peru), ela pode custar menos do que cinquenta reais, convertendo-se o valor da moeda local.

Se você conseguir negociar um bom transporte (como um acordo de frete gratuito) e escapar de taxações abusivas, é possível que você venda a camisa por 150 reais, por exemplo.

Ao final da venda, você terá lucrado 200% sobre o valor pago. O comprador, por outro lado, terá economizado um quarto de valor que pagaria em uma loja brasileira.

Com um bom processo de negociação, você pode adquirir o produto por valores ainda mais baixos, aumento a lucratividade.

 

Como o processo é feito?

O processo é realizado através da compra mais direta possível com o fabricante. Um dos segredos de se importar roupas para revender, é evitar os intermediários. Quando você adquire uma roupa na loja, ela provavelmente passou por – pelo menos – cinco etapas que agregaram seu lucro sobre o valor, inflacionando o preço.

Quando você importa a peça, estará buscando alguém muito mais próximo à produção. Com as peças escolhidas, basta negociar o frete e o meio de pagamento. Os produtos são, então, enviados para o Brasil, e chegam na transportadora responsável pelo frete. Em alguns casos, eles chegam diretamente em sua casa. Em outros, é necessário buscar na empresa.

Com o produto recebido, você pode vender em plataformas como o Mercado Livre, ou criar sua própria loja virtual. Uma loja virtual que também ofereça os produtos em outros meios é, geralmente, a opção mais lucrativa.

Importação individual ou como empresa?

Neste caso, o escalonamento pode ser um risco. Se você importar roupas para revender como uma empresa especializada nisso, é possível que seus preços deixem de ser competitivos, pois você se torna um intermediários no processo.

Gostando do artigo?Não deixe de ler também:Academia do importador reclame aqui – GOLPE?

A importação é taxada?

Depende de como você realizar o pedido. Compras abaixo de cinquenta dólares não podem ser taxadas. Quando isso ocorrer, você pode ter o valor restituído. No entanto, compras que sejam claramente voltadas para a revenda podem sofrer taxação. Se você adquirir 50 pares de meia a um dólar cada um, provavelmente será taxado.

No entanto, se sua encomenda não levantar suspeitas e estiver de acordo com o limite de importação isento, provavelmente não haverá nenhum imposto a ser pago. Por isso, é importante informar-se exatamente qual é o custo da compra, e saber como eles serão enviados.

Dicas e cuidados

Existem algumas dicas que podem ajudar a diminuir as chances de taxação por encomenda realizada. Utilize-as na hora de importar roupas para revender e garanta que sua margem de lucro será a maior possível:

  • Cuidado com a quantidade. Busque trazer, no máximo, cinco peças por encomenda individual. Isso diminui as suspeitas em relação ao seu produto.
  • Busque por auxílio. Existem empresas especializadas em fazer um certo tipo de intermédio. Elas recebem o produto no país da compra e simulam que estão vendendo para você a um preço mais barato. Isso permite que você revenda produtos mais caros, ainda dentro do limite de cinquenta dólares.
  • Cuidados com as peças repetidas. Se sua encomenda chegar com mais do que duas peças iguais, provavelmente levantará suspeita. Afinal, não parece nada comum que alguém compre três peças idênticas para utilizar em seu dia-a-dia.

Para saber mais clique aqui

Summary
Review Date
Reviewed Item
Como Importar Roupas de Marca para Revender na sua Loja?
Author Rating
51star1star1star1star1star