Talvez você não saiba, mas é possível rankear uma página para várias palavras-chave diferentes. O que acontece é que as pessoas se limitam a um termo e focam todos os esforços nesse único termo-chave. Isso acaba tirando seu site da pesquisa quando as pessoas buscarem por palavras relacionadas que não estão na sua página.

Deixe-me exemplificar pra que você entenda mais facilmente.

Digamos que você quer rankear para o termo “melhor marca de notebook”. Você obviamente vai criar uma página focando no termo “melhor marca de notebook”, correto? Se você é um leitor do meu blog, você vai fazer diferente e sair na frente da concorrência.

A dica que eu vou dar é o que separa os homens dos meninos no mundo SEO haha 😀

Então vamos lá, o que você deve fazer neste caso?

Como rankear um conteúdo para múltiplas palavras?

O primeiro passo é jogar a sua palavra-chave no Planejador do Google. Lá é que a mágica vai acontecer.

Seguindo o nosso exemplo dos notebooks, teremos a seguinte imagem do planejador:

Bom, essa parte você provavelmente já faz, mas agora que vem o que eu chamo de “pulo do gato”. Você deve colocar em mente que quando as pessoas fazem buscas, elas procuram de formas diferentes a mesma coisa.

No nosso exemplo, queremos encontrar pessoas interessadas na melhor marca de notebook, mas será que TODAS as pessoas pesquisam da mesma forma para encontrar a resposta? É claro que não.

E agora, o que devo fazer, tio Vi?

Palma, palma. Não priemos cânico! (já dizia o saudoso Chapolin)

Usando diversas keywords para rankear

Você deve ter percebido que quando você coloca a palavra no Planejador do Google, aparecem diversas palavras abaixo, em uma tabela “Palavras-chave por relevância”. São essas palavras que nós iremos usar para construir o nosso conteúdo.

A tabela é esta para o nosso exemplo:

Como podemos visualizar na imagem acima, existem vários termos relacionados ao nosso termo principal. Isso significa que esses termos são outras formas que as pessoas pesquisam para encontrar a mesma resposta.

Agora você não vai mais usar somente o termo “melhor marca de notebook”, pois agora você tem uma lista de variações:

– melhores marcas de notebook

– qual a melhor marca de notebook

– melhores marcas notebook

– qual melhor marca de notebook

– qual as melhores marcas de notebook (com erro de português mesmo!)

Bom, agora vamos colocar a mão na massa para rankear um conteúdo para várias palavras-chave.

Rankear um conteúdo – Otimizando a página

O que você precisa fazer aqui é usar todas as variações que o Google te deu na sua página. Claro que você deve fazer isso de forma natural. Eu sei que você sabe, mas é sempre bom reforçar.

Aí você deve estar se perguntando: Eu preciso colocar cada um desses termos, do jeito que o Google me mostrou?

Você não precisa usar todos os termos do jeito que está no planejador, pois existem várias palavras que se repetem e, obviamente, você não precisa repeti-las.

Na prática, vai ficar dessa forma:

Como você pode perceber eu usei os termos que não estavam na nossa palavra-chave principal, que era “melhor marca de notebook”.

Usei os termos “qual”, “melhores”, “marcas” que não estavam originalmente na nossa palavra-chave central. Nesse caso existem os pronomes relativos (olha a aula de português) “qual” e “quais” e os plurais de “melhor” e “marca”.

Dessa forma vocês estará atingindo pessoas que pesquisarem por todos esses termos relacionados. Vamos fazer alguns cálculos para você sentir a pressão dessa alteração.

Antes você estava focando apenas em um termo:

– melhor marca de notebook (2.900 pesquisas mensais).

Esse termo tem 2.900 pesquisas mensais, ok?!

Agora você tem pelo menos mais 5 termos diferentes que as pessoas buscam:

– melhores marcas de notebook (5.400 pesquisas mensais)

– qual a melhor marca de notebook  (3.600 pesquisas mensais)

– melhores marcas notebook (480 p. m.)

– qual melhor marca de notebook (880 p. m.)

– qual as melhores marcas de notebook (260 p. m.)

Somando tudo isso, agora temos 13.520 pesquisas mensais ao invés de 2.900. É uma boa melhora, concorda?

Você ainda deve estar com uma pulga atrás da orelha e pode perguntar: Mas o Google não vai dar apenas o termo EXATO que a pessoa está procurando?

A verdade é que não. Se no seu conteúdo tiver algum desses termos relacionados, o Google pode juntar as partes e formar a frase que o usuário está buscando.

Dessa forma, se a pessoa pesquisa “quais as melhores marcas de notebook”, o Google pode encontrar a palavra “quais” na descrição, o termo “notebook” na url, a palavra “melhor” no título e apresentar esse seu conteúdo para o querido internauta.

Essa dica é simples, mas matadora. Se gostou ou não, deixa seu comentário. Vamos conversar!

 

Fonte:Blog do Vicente Sampaio, o melhor profissional de SEO e Marketing digital do Brasil.

Visite o Site do Autor!